Com STF desmoralizado, Gilmar Mendes é humilhado por passageiros em voo de volta para o Brasil

Com STF desmoralizado, Gilmar Mendes é humilhado por passageiros em voo de volta para o Brasil

O ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes foi hostilizado  por passageiros nesta madrugada de domingo. Os passageiros começaram a gritar “Amigo do Daniel Dantas", "Amigo de Aécio

Leia tudo

O ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes foi hostilizado por passageiros nesta madrugada de domingo. Os passageiros começaram a gritar “Amigo do Daniel Dantas", "Amigo de Aécio Neves”, "vai soltar o Lula agora?!" em meio a vaias. Em seguida, emendam “Fora, Gilmar”.

Nunca antes na história do STF um ministro recebeu tanta rejeição por parte da população, a casa possui uma rejeição de 84% da população e o ministro em questão 94% devido aos frequentes atos de soltar criminosos de colarinho branco, o que manda um mensagem clara para todos os políticos que cometem crimes de corrupção.



O ministro Gilmar Mendes lidera o índice de rejeição entre os ministros do Supremo Tribunal Federal. De acordo com o levantamento do Instituto Ipsos, sua taxa de desaprovação subiu de 58 para 67%. A pesquisa avaliou a opinião dos brasileiros sobre 26 autoridades de distintas esferas de poder. Quase todos estão no vermelho, ou seja, são mais desaprovados do que aprovados. O levantamento foi publicado pelo jornal O Estado de São Paulo. O procurador Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Lava-jato, afirmou que as recentes decisões do ministro do STF, Gilmar Mendes, de liberar presos já condenados, contraria o espírito da operação. A declaração ocorreu durante evento em Campos do Jordão, no interior de São Paulo......Dallagnol disse que a postura do ministro gera duvidas sobre a credibilidade de todo o judiciário. O procurador citou o julgamento da chapa Dilma-Temer no TSE e as recentes liberações de presos condenados. O coordenador da força-tarefa da Lava-jato também questionou o real interesse do ministro da Justiça, Torquato Jardim, de levar a operação à diante. Seis pessoas morreram em confronto com o exército venezuelano perto da fronteira com a Colômbia. O grupo criminoso Los Rastrojos surgiu em território colombiano após a desmobilização da organização paramilitar Autodefesas Unidas da Colômbia. O governo venezuelano insiste constantemente que existem paramilitares colombianos infiltrados no país, e a fronteira foi durante anos um canal aberto para o crime organizado.