'Deus Salve o Rei': Augusto é condenado à prisão perpétua pela filha, Catarina

'Deus Salve o Rei': Augusto é condenado à prisão perpétua pela filha, Catarina

As maldades de Catarina (Bruna Marquezine) vão chegar às últimas consequências na novela "Deus Salve o Rei". Após se aliar a Rodolfo (Johnny Massaro) e tramar um atentado contra Augusto (Marco

Leia tudo

As maldades de Catarina (Bruna Marquezine) vão chegar às últimas consequências na novela "Deus Salve o Rei". Após se aliar a Rodolfo (Johnny Massaro) e tramar um atentado contra Augusto (Marco Nanini), a princesa vai condenar o próprio pai à prisão perpétua. "Meu pai não poderá ficar em liberdade, uma vez que ele sabe de tudo que fizemos", anuncia a vilã em cena que irá ao ar no capítulo de sexta-feira (9) da trama das sete.

A essa altura do folhetim medieval, Catarina já terá sido desmascarada pelo pai e levado um tapa dele. Em conversa com Augusto, a vilã fala que só queria tirar o rei do caminho para, enfim, assumir o trono de Artena, que entrou em guerra com o reino rival por conta do atentado ao pai da princesa. "Por que o senhor não fugiu? Por que tinha que voltar? Agora, mais uma vez, atrapalhou os meus planos!", dispara, irritada. Decepcionado, o rei questiona a herdeira: "E o que você pretende fazer para que eu não continue atrapalhando seus planos, Catarina? Matar-me de uma vez?".

Enquanto isso, o marido de Lucrécia (Tatá Werneck), vítima de uma armação dele para colocar ponto final no casamento, festeja a derrota de Artena invadindo a sala do trono. "Saboreando a vossa conquista?", questiona a vilã. "Você, sim, é a minha mais valiosa conquista", responde o irmão de Afonso (Romulo Estrela), a ser condenado por Rodolfo à morte. "Augusto deposto, o castelo tomado. É o que se pode chamar de um belo dia!", festeja a princesa. "Tudo como planejamos, exceto por meu pai. Precisamos decidir o que faremos com ele", anuncia. Irônico, o rei faz algumas sugestões à amante. "Talvez possamos fazê-lo abraçar de vez sua carreira artística. Augusto correria toda a Cália numa companhia teatral encenando diversas tragédias. Ou quem sabe poderíamos enviar seu pai para morar junto com os Eranitas, naquela maldita aldeia", diz.

Após a sentença de Catarina, Rodolfo manda que Augusto seja chamado. "Tenho boas notícias. Sua filha intercedeu por sua vida e eu decidi poupá-lo", avisa. "Não sei a quem você se refere, pois já não tenho mais uma filha", dispara o monarca. "Bom, de qualquer forma... vossa majestade será levado para a Torre de Zéria, onde permanecerá sob guarda por alguns anos. Tantos anos quanto restarem de vida à vossa majestade", acrescenta o rei de Montemor. "Você pode se julgar vitorioso neste momento, Rodolfo, mas fique certo que você ocupará o trono de Montemor por bem menos tempo do que imagina", responde Augusto. "Chega! Não há mais nada a ser dito. O senhor será bem tratado, meu pai, tem a minha palavra", diz a princesa cortando a fala do pai. "A sua palavra, Catarina? A sua palavra... Ela vale tanto quanto você", critica ele, esbravejando.