Especialista afirma que prisão de Lula é inevitável e dispara: "será preso ainda este mês"

Especialista afirma que prisão de Lula é inevitável e dispara: "será preso ainda este mês"

No dia 24 deste mês, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) será julgado em segunda instância no chamado processo do tríplex, da Operação Lava Jato, cujo resultado pode ser decisivo para sua

Leia tudo

No dia 24 de janeiro, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi julgado em segunda instância no chamado processo do tríplex, da Operação Lava Jato, cujo resultado pode ser decisivo para sua candidatura nas eleições de 2018. Mais que isso, uma condenação pode levá-lo para a cadeia. Esta possibilidade tem como base o entendimento adotado pelo STF (Supremo Tribunal Federal) em outubro de 2016, quando a Corte decidiu que o fato de um réu condenado poder recorrer aos tribunais superiores --STF e STJ (Superior Tribunal de Justiça)-- não impede o começo da execução da pena. Ou seja, um condenado poderia cumprir pena assim que sua sentença saísse na segunda instância.

O especialista em direito criminal Dr. Marcelo Tavares Nego há grandes chances do ex-presidente ser preso ainda neste mês de fevereiro, uma vez que é uma habitual neste tipo de caso, segundo o advogado "ele será preso este mês".

Mas segundo o advogado Fernando Castelo Branco a prisão pode ser revertida pelo STF em qualquer instante, "Vale lembrar que vários ministros já concederam habeas corpus no sentido de rever decisões que determinaram a prisão imediata em segundo grau", afirmou.