Roger diz que Palmeiras rendeu menos do que nos jogos anteriores

Roger diz que Palmeiras rendeu menos do que nos jogos anteriores

Roger Machado acha que o Palmeiras está evoluindo bem neste início de temporada, mas admite que a atuação da equipe na vitória por 2 a 1 sobre o Red Bull, nesta quinta-feira, não foi tão boa quanto a

Leia tudo

Roger Machado acha que o Palmeiras está evoluindo bem neste início de temporada, mas admite que a atuação da equipe na vitória por 2 a 1 sobre o Red Bull, nesta quinta-feira, não foi tão boa quanto a das partidas anteriores - vitórias sobre Santo André e Botafogo-SP.
- Os dois primeiros jogos tiveram nível maior. Esse, mais abaixo. Oscilação natural de início de temporada. Tivemos erros técnicos, erros de tomada de decisão, também em função da dificuldade do jogo. Para terceiro jogo de temporada, acho que estamos atingindo um nível bom. A ideia é alcançar evolução jogo a jogo. Vai retroceder em alguns momentos, mas depois vai andar em passos mais largos - analisou.

A maratona de início de ano motivou o treinador a fazer três mudanças na equipe titular: Marcos Rocha, Felipe Melo e Willian ficaram no banco, enquanto Mayke, Thiago Santos e Keno começaram jogando.

O Palmeiras teve dificuldades principalmente no primeiro tempo, quando criou pouco e ainda saiu perdendo. A virada veio com dois gols de Thiago Santos, um no fim de cada etapa, e uma defesa de pênalti de Jailson na única chance do Red Bull após o intervalo.

- Sair atrás nunca é bom, mas eu gostei do nosso primeiro momento depois do gol deles. Tivemos entusiasmo, iniciativa. Se você não tem a condição de fazer uma partida de nível técnico igual ao das outras, que haja concentração, disposição, porque a qualidade que a gente tem pode ser decisiva - avaliou o comandante.

- Eu consigo muito mais elementos (de observação) quando há uma resistência do adversário. No gol deles, quando atingiram o terço final do campo nossa defesa estava em igualdade numérica dentro da área. Dificilmente você consegue intervir um cruzamento estando em igualdade, sempre tem que ter no mínimo um a mais. Faltou um pouco do Mayke no posicionamento defensivo, acabou expondo o lado do campo. Esses elementos eu só encontro quando a resistência do adversário é maior. Vale por isso. 

O Palmeiras volta a campo no domingo, às 17h, contra o Bragantino, no Nabi Abi Chedid.
 - Fonte: LANCE!Net