Venezuela planeja invasão militar sob desculpa de eventual ataque da Colombia

Venezuela planeja invasão militar sob desculpa de eventual ataque da Colombia

Em 1982, a Argentina era uma ditadura, governada pelo presidente Galtiere. Com pouca popularidade, a guerra seria uma forma de unir a opinião pública do país contra um inimigo externo e dar fôlego ao

Leia tudo

Em 1982, a Argentina era uma ditadura, governada pelo presidente Galtiere. Com pouca popularidade, a guerra seria uma forma de unir a opinião pública do país contra um inimigo externo e dar fôlego ao governo, então os militares invadiram a Ilha britânica das Malvinas buscando a manutenção de seu próprio Estado. Os militares acreditavam que a Inglaterra, na época, mergulhada em uma brutal crise financeira não destinaria recursos para uma eventual guerra, mas a presidente Margareth Thatcher agiu de forma surpreendente e retaliou o país vizinho do Brasil.

Hoje a Venezuela possa por uma forte crise econômica e prestes a entrar em uma guerra civil, o atual presidente Nicolaz Maduro precisa resgatar a popularidade em meio a população famélica, para tanto é necessário mostrar força unindo a opinião pública  contra um inimigo externo.

Recentemente a Venezuela ameaçou anexar o país de Guiana a seu território, moveu diversos pelotões para a divisa brasileira e agora arrumou uma desculpa para atacar militarmente sua vizinha, e arquirrival, a Colômbia.